Cavalo comove família de vaqueiro morto ao ‘se despedir’ do dono

No velório do vaqueiro Wagner Figueiredo de Lima, em Cajazeiras, na Paraíba, morto em acidente automobilístico na madrugada do dia 1º de janeiro, uma cena tocante foi registrada. O cavalo do vaqueiro, companheiro de trabalho que o ajudava em sua lida diária já há oito anos, foi levado para se despedir do dono, durante o cortejo fúnebre ele relinchava e batia levemente as patas no caixão. E pouco antes de colocarem o caixão na cova, o cavalo reclinou-se e deitou a cabeça sobre o caixão do seu dono, como se se despedisse dele, um momento que chamou a atenção e comoveu a família e a todos os presentes.

cavalo-comove-familia-de-vaqueiro-morto-ao-se-despedir-do-dono

 

 

“Esse cavalo era tudo para ele [Wagner], era como se o cavalo soubesse o que estava acontecendo e quisesse se despedir. Durante todo o trajeto até o cemitério ele relinchava e batia com as patas no chão”, disse Wando de Lima, irmão de Wagner. Wando teve a ideia de levar o cavalo para o enterro do irmão e organizou as homenagens junto com outros vaqueiros e amigos de Wagner.

Com a morte do irmão, Wando disse que vai assumir a responsabilidade de manter e cuidar de “Sereno” e ficar com ele “para sempre” na família.
cavalo-comove-familia-de-vaqueiro-morto-ao-se-despedir-do-dono-2

Wagner de Lima Figueiredo tinha 34 anos e além de vaqueiro era funcionário da Prefeitura de Cajazeiras, no sertão da Paraíba. Wagner morreu na madrugada do dia 1º em um acidente de moto no estado do Rio Grande do Norte. Ele estava sozinho na motocicleta no momento do acidente e chegou a ser socorrido para um hospital da cidade de Mossoró, onde passou por cirurgia, mas morreu.

cavalo-wagnerlima-vaqueiro

Fonte: G1